Violão


Disponível no:

Edição: Laí­s Lisfitsch

Som Direto: Heron Alencar

Direção de Arte: Fernanda Teixeira
Yves Moura

Empresa(s) produtora(s): Coevos Filmes
Entreter

Câmera: André Lavaquial
Carlos Batista
Vinicius Brum

Direção de produção: Anthonio Andreazza

Produção Executiva: Isabel Joffily

Finalização: Afinal Filmes

Pesquisa: Luiza Quental

Direção de Fotografia: Luí­s Abramo
Pedro Rossi

Mixagem: Nilo Romero

Pós-produção: Afinal Filmes

Trilha Sonora: Damien Seth
Nilo Romero

Contra-regra: Jonathan Formiga

Produção Musical: Nilo Romero

Entrevistados: Guinga
Lineu Bravo

Argumento: Nilo Romero

Diretor Geral: José Joffily

Assistente de Produção Musical: Mariana Barsted

No estúdio Guinga reverencia os construtores de violão e arremata: “Não quero vender uma imagem falsa da relação que eu tenho com o instrumento: eu durmo com o violão ao meu lado desde que eu tenho 16 anos. Sempre dormi sozinho pra poder dormir com o violão do meu lado”. Lineu Bravo recebe Suzano na sua oficina, a quem diz: “Guinga é um dos maiores melodistas que esse país, ou até esse planeta, já viu”.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

27 min
2018
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: O Som e o Silêncio | 13 Episódios de 27 Minutos

Diretor: José JoffilyPedro Rossi

Sinopse: No estúdio Guinga reverencia os construtores de violão e arremata: “Não quero vender uma imagem falsa da relação que eu tenho com o instrumento: eu durmo com o violão ao meu lado desde que eu tenho 16 anos. Sempre dormi sozinho pra poder dormir com o violão do meu lado”. Lineu Bravo recebe Suzano na sua oficina, a quem diz: “Guinga é um dos maiores melodistas que esse país, ou até esse planeta, já viu”.

Alugue