Instrumentos de maracatú


Disponível no:

Edição: Juliana Guanais

Som Direto: Heron Alencar

Direção de Arte: Fernanda Teixeira
Yves Moura

Empresa(s) produtora(s): Coevos Filmes
Entreter

Câmera: André Lavaquial
Carlos Batista
Vinicius Brum

Direção de produção: Anthonio Andreazza

Produção Executiva: Isabel Joffily

Finalização: Afinal Filmes

Pesquisa: Luiza Quental

Direção de Fotografia: Luí­s Abramo
Pedro Rossi

Mixagem: Nilo Romero

Pós-produção: Afinal Filmes

Trilha Sonora: Damien Seth
Nilo Romero

Contra-regra: Jonathan Formiga

Produção Musical: Nilo Romero

Entrevistados: André Themistocles
Bernardo Macena
Deise Guimarães
Fabio dos Santos
Francisca Batella
Garnizé
Guilherme Gomes
José Alexandre
Lucas Rezende
Mestre Maureliano
Pablo Vinicius
Paulo Cesar Rogero
Thiago Drummond

Argumento: Nilo Romero

Diretor Geral: José Joffily

Assistente de Produção Musical: Mariana Barsted

À medida que o maestro Garnizé organiza os músicos no estúdio vai nomeando os onze instrumentos de percussão que compõem a orquestra do Maracatú. Fascinada, a equipe admira o entendimento de todos. Logo vê-se que Garnizé não é apenas maestro: “Maracatú é isso: congregação, saber estar juntos. Maracatú é um candomblé de rua. Profanamente sagrado!”. E arremata: “O tambor tem ciência na afinação, na pele, na madeira. São oitenta tambores e todos feitos por Mestre Maureliano. Só ele tem essa ciência, e o amor também”. Diante da revelação, fomos a Recife conhecer o artesão de todos os tambores. Maureliano foi simples falando de sua formação: “Meu pai era marceneiro. Aprendi com ele a mexer nas ferramentas. Quando ele saia, eu ligava as máquinas”. De seu singular ateliê ele arremata: “Como eu vim do gueto e da capoeira, meu trabalho foi mais missão de vida do que busca de emprego”.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

27 min
2018
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: O Som e o Silêncio | 13 Episódios de 27 Minutos

Diretor: José JoffilyPedro Rossi

Elenco: Juliana Sotero FerreiraMarcia Cristina Santos de SantannaPâmela Cristina Nunes de CarvalhoTatiana Paz Alvez

Sinopse: À medida que o maestro Garnizé organiza os músicos no estúdio vai nomeando os onze instrumentos de percussão que compõem a orquestra do Maracatú. Fascinada, a equipe admira o entendimento de todos. Logo vê-se que Garnizé não é apenas maestro: “Maracatú é isso: congregação, saber estar juntos. Maracatú é um candomblé de rua. Profanamente sagrado!”. E arremata: “O tambor tem ciência na afinação, na pele, na madeira. São oitenta tambores e todos feitos por Mestre Maureliano. Só ele tem essa ciência, e o amor também”. Diante da revelação, fomos a Recife conhecer o artesão de todos os tambores. Maureliano foi simples falando de sua formação: “Meu pai era marceneiro. Aprendi com ele a mexer nas ferramentas. Quando ele saia, eu ligava as máquinas”. De seu singular ateliê ele arremata: “Como eu vim do gueto e da capoeira, meu trabalho foi mais missão de vida do que busca de emprego”.

Alugue