A arte existe porque a vida não basta | 50 min

Gênero: Documentário
Diretor: Gabriela Gastal
Zelito Viana
Duração: 50 min     Ano: 2016     País: Brasil     UF: RJ

Sinopse: O filme mostra o poeta Ferreira Gullar em 5 dimensões, ou seja, como poeta, artista plástico, cronista, letrista e crítico. Gullar é retratado em 3 momentos. O primeiro é uma breve entrevista em que defende dois conceitos que lhe são caro – “A Arte Existe Poque a Vida Não Basta” e “ A Poesia Nasce do Espanto”. O segundo é um espetáculo teatral em que os artistas Paulinho da Viola, Adriana Calcanhotto e Laila Garin interpretam músicas com letras do homenageado. Neste espetáculo o ator Marcos Nanini é o mestre de cerimônias e, ao mesmo tempo o alter ego do poeta, lendo crônicas e poemas. Textos e canções foram selecionados pelo compositor, escritor, produtor musical Nelson Motta. O terceiro momento é uma longa entrevista em que Gullar explica, detalhadamente, como chegou à produção de colagens de alto relevo em papel e em metal. As locações foram no Teatro Glauce Rocha/Funarte e nas casas do diretor Zelito Viana e do poeta Ferreira Gullar.

Classificacao Indicativa: Livre

Compartilhar
08/10/2020 22:00:00 [daqui a 58 dias]
09/10/2020 02:00:00 [daqui a 59 dias]
09/10/2020 16:00:00 [daqui a 59 dias]
11/10/2020 15:30:00 [daqui a 61 dias]
12/10/2020 10:00:00 [daqui a 62 dias]
Produção: Vera de Paula
Produção Executiva: Vera de Paula
Empresa(s) produtora(s): Mapa Filmes
Direção de Fotografia: Jacques Cheuiche
Walter Carvalho
Som Direto: Daniel Carvalho
Mixagem: Berna Ceppas
Roteiro: Nelson Motta
Edição: Aruanã Cavalleiro
Luis Henrique Campos
Assistente de Câmera: Bacco Andrade
Consultoria: Augusto Bastos
Entrevistados: Ferreira Gullar; Adriana Calcanhotto; Paulinho da Viola; Laira Garin; Marcos Nanini;