Plano de Aula

RESGATANDO E VALORIZANDO A BRASILIDADE A PARTIR DA MÚSICA, DO CHORINHO

Alma Carioca - Um Choro de Menino
10/07/2010

Ensino Médio, Ensino Fundamental - Anos Iniciais, Ensino Fundamental - Anos Finais, Ensino Técnico, Educação de Jovens e Adultos, Formaçao ProJovem MDS
João Luíz de Almeida Machado



Não são necessárias palavras. O curta Alma Carioca: Choro de Menino traz, com a música, o elemento essencial para que possamos compreender parte de nossas raízes culturais, associadas a musicalidade, ao ritmo, a dança, a alegria e a tristeza ao mesmo tempo. Somos filhos da África (e da Europa, dos indígenas que aqui viviam), de onde extraímos toda essa ligação umbilical com os sons e a música, a melodia, as canções. Resgatar Pixinguinha e os grandes músicos que compuseram obra imortal no início do século XX no Rio de Janeiro, colocar em pauta esta importantíssima obra é o mérito maior deste curta.

Propor um exame da cultura popular brasileira a partir de um de seus principais elementos, a música. Neste caso específico, resgatar o Chorinho, seus principais representantes (compositores e músicos), as canções, as melodias, a história deste ciclo cultural tipicamente brasileiro, nascido carioca.

Apresentar o filme e, além disso, propor a construção de um jornal ou revista informativa, a partir das mãos de toda a turma, buscando dados sobre o chorinho, Pixinguinha, músicos de destaque, canções... Pode também surgir, como alternativa, a construção de um painel, com imagens de época, resgatando as pessoas e locais por onde circularam. Para reforçar, seria riquíssimo se fosse possível, levar algum grupo musical da cidade que preserva esta arte imortal do chorinho, para se apresentar para os alunos e para a comunidade.

Considero, pessoalmente, que o casamento entre arte, cultura e educação é de primordial importância para o ensino. Em se tratando de cultura brasileira é uma forma de não apenas resgatar nossos legados, mas igualmente fomentar uma melhor compreensão de nossas raízes, além de estimular um maior orgulho quanto a brasilidade.