Ruptura e Território | 52 min

Promo
Promo

Ruptura e Território

Série: Alma Imoral | 5 Episódios de 52 Minutos
Gênero: Documentário
Diretor: Silvio Tendler
Duração: 52 min     Ano: 2017     País: Brasil    
Sinopse: O quarto episódio da série mostra que, para o texto bíblico, a linhagem feminina é que tem o protagonismo na traição. Eva, Sara, Rute e as filhas de Lote rompem com as tradições para perpetuar a espécie. Assim, o filho messiânico nasce não do cumprimento das leis, mas da sua transgressão. Aqui transitamos no campo das rupturas através da arte e da espiritualidade. Natali Cohen, performer anarquista, enfrenta as autoridades para falar dos abusos contra palestinos e diz que prefere morrer a ficar calada. Através da projeção de vídeos gravados nos territórios ocupados, Arkadi Zaides propõe um novo olhar para o diálogo com a população palestina. A cantora Mira Awad cresceu em uma vila palestina onde também havia judeus e diz que só se percebeu palestina quando precisou reafirmar sua identidade ao entrar na universidade. Temos a história de Jake Gabriel. Seus pais queriam que ele fosse rabino, ele sonhava em ser cantor de rock. Nos anos 80, faz o caminho de volta para a tradição. Há alguns anos transgrediu ao doar esperma para que uma amiga lésbica. Professora de canto judaico baseado nos textos sagrados, Shefa Gold sempre foi contestadora. Ela nos conta que, desde a infância, desafiava os tabus da religião. O músico Akiva, criado por pais ateus, só entra em contato com a tradição judaica aos 22 anos, quando a irmã se suicida e o pai decide que é hora do filho ir para Israel. Hoje, toca tambor em sinagogas, rompendo com uma antiga interdição. A trajetória que encerra o episódio é a do Lama Michel Rinpoche. Nascido em uma família judaica, foi reconhecido como reencarnação de um mestre budista tibetano. Lama Michel conta que se sentia culpado por causar sofrimento à sua família, mas que não se encaixava na vida que levava antes de se iniciar no budismo.

Classificacao Indicativa: Livre

Compartilhar