Vidas Secas, com Paulo Caldas

Vote aqui



Produção: Lia Rezende

Fotografia: Beto Campos, Thiago Lima

Edição: Fernando Nicolletti, João Coimbra

Empresa(s) produtora(s): Giros Filmes

Figurino: Teca Fichinski

Produção Executiva: Maria Carneiro Da Cunha

Videografismo: Daniela Ferrari

Pesquisa: Beatriz Petrini

Abertura: Daniela Ferrari

Trilha Sonora: Rodrigo Lima

Coordenação do projeto: Lúcia Tupiassú

Coordenação de Produção: Cláudia Lima

Argumento: Beatriz Petrini

Cenografia: Mauro Moreira

Direção Geral: Belisario Franca, Bianca Lenti

O diretor Paulo Caldas propõe uma versão atualizada para os dias de hoje de um diálogo inesquecível do filme “Vidas Secas”, dirigido por Nelson Pereira dos Santos, em 1963, baseado no livro homônimo de Graciliano Ramos. Os artistas convidados para essa empreitada são os poetas Bell Puã e Antonio Marinho, ambos nordestinos e familiarizados com a realidade sertaneja retratada no filme original.
Próximas exibições no canal Curta!
01/03/2023 21:00:00 [daqui a 91 dias]
02/03/2023 01:00:00 [daqui a 91 dias]
02/03/2023 15:00:00 [daqui a 92 dias]
03/03/2023 09:00:00 [daqui a 93 dias]
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

26 min
2018
Brasil
RJ
12 ANOS

Séries: Segundo Take | 13 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Adriana Borges

Sinopse: O diretor Paulo Caldas propõe uma versão atualizada para os dias de hoje de um diálogo inesquecível do filme “Vidas Secas”, dirigido por Nelson Pereira dos Santos, em 1963, baseado no livro homônimo de Graciliano Ramos. Os artistas convidados para essa empreitada são os poetas Bell Puã e Antonio Marinho, ambos nordestinos e familiarizados com a realidade sertaneja retratada no filme original.

Alugue