Operação Camanducaia


Disponível no:

"Operação Camanducaia” mistura os estilos de road-movie, investigativo e filmes de diálogos para contar uma história de 1974, que foi esquecida por nossa memória coletiva. Naquele ano, aproximadamente 93 crianças e adolescentes foram arbitrariamente presos pela polícia de São Paulo e levados clandestinamente para Minas Gerais. Na altura da cidade de Camanducaia, foram despidos, espancados e jogados num barranco. Na manhã seguinte, apenas 41 deles apareceram nus, famintos e machucados, invadindo bares e restaurantes para se cobrir e se alimentar. A história causou conflitos diplomáticos e chocou a sociedade da época. Partindo do palco do episódio, a cidade de Camanducaia, o filme busca encontrar os envolvidos, especialmente os sobreviventes, numa jornada de 10 anos que culmina com a entrevista de mais de 40 pessoas e 1.500 páginas de documentos e jornais. Em cada parada, em cada casa, os diálogos correm livres e sem julgamento. Eles podem causar o desconforto do espectador se identificar com pensamentos que não imaginava ter. A visão de mundo de cada entrevistado vale mais do que a suposta verdade dos fatos.
Próximas exibições no canal Curta!
05/12/2021 14:00:00 [daqui a 5 hora(s)]
06/12/2021 15:00:00 [daqui a 30 hora(s)]
07/12/2021 09:00:00 [daqui a 2 dias]
Melhor Documentário de Direitos Humanos no Montreal Independent Film Festival em 2021
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

75 min
2020
Brasil
BA
16 ANOS

Diretor: Tiago Rezende de Toledo

Sinopse: "Operação Camanducaia” mistura os estilos de road-movie, investigativo e filmes de diálogos para contar uma história de 1974, que foi esquecida por nossa memória coletiva. Naquele ano, aproximadamente 93 crianças e adolescentes foram arbitrariamente presos pela polícia de São Paulo e levados clandestinamente para Minas Gerais. Na altura da cidade de Camanducaia, foram despidos, espancados e jogados num barranco. Na manhã seguinte, apenas 41 deles apareceram nus, famintos e machucados, invadindo bares e restaurantes para se cobrir e se alimentar. A história causou conflitos diplomáticos e chocou a sociedade da época. Partindo do palco do episódio, a cidade de Camanducaia, o filme busca encontrar os envolvidos, especialmente os sobreviventes, numa jornada de 10 anos que culmina com a entrevista de mais de 40 pessoas e 1.500 páginas de documentos e jornais. Em cada parada, em cada casa, os diálogos correm livres e sem julgamento. Eles podem causar o desconforto do espectador se identificar com pensamentos que não imaginava ter. A visão de mundo de cada entrevistado vale mais do que a suposta verdade dos fatos.

Alugue