O Direito ao Prazer


Disponível no:

Empresa(s) produtora(s): ARTE France
Les Batelieres Productions

A publicação, em 1948, do primeiro Relatório Kinsey marca um ponto de virada. Até então promovida por uma certa elite, a revolução sexual tornou-se um movimento coletivo apoiado pela sociedade como um todo. A geração do Baby Boom é a força motriz por trás dessa libertação de costumes. Ela desafia, reverte e inverte normas e censura. Biquíni e minissaia para meninas, cabelos compridos para garotos, paqueras e contracepção. Hedonista e festiva, a política é vivida com sensibilidade.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Aplicabilidades Pedagógicas



Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas

Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia


Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

52 min
2018
França
14 ANOS

Séries: Revoluções Sexuais | 2 Episódios de 52 Minutos

Diretor: Sylvain Desmille

Sinopse: A publicação, em 1948, do primeiro Relatório Kinsey marca um ponto de virada. Até então promovida por uma certa elite, a revolução sexual tornou-se um movimento coletivo apoiado pela sociedade como um todo. A geração do Baby Boom é a força motriz por trás dessa libertação de costumes. Ela desafia, reverte e inverte normas e censura. Biquíni e minissaia para meninas, cabelos compridos para garotos, paqueras e contracepção. Hedonista e festiva, a política é vivida com sensibilidade.

Alugue