O Bom Burguês | 99 min

Gênero: Ficção
Subgênero: Drama
Diretor: Oswaldo Caldeira
Elenco: Adriana Figueiredo
Anselmo Vasconcellos
Betty Faria
Carlos Wilson
Celso Faria
Christiane Torloni
Claude Haguenauer
Emmanoel Cavalcanti
Fabio Junqueira
Ivan de Almeida
Jardel Filho
Jofre Soares
José Wilker
Maria Alves
Nelson Dantas
Nelson Xavier
Nicole Puzzi
Paulo Porto
Vinicius Salvatori
Duração: 99 min     Ano: 1983     País: Brasil     UF: RJ

Sinopse: O bancário Lucas (José Wilker) desvia dinheiro do banco em que trabalha para financiar organizações políticas revolucionárias. Colabora inicialmente com dois grupos de métodos distintos: um, contrário à luta de guerrilha (PC), outro, favorável (PCBR). O primeiro é basicamente representado pelo “Velho” (Jofre Soares) e o segundo pelo comandante Raul (Nelson Xavier), Antonio (Emmanoel Cavalcanti) e os jovens Lauro (Anselmo Vasconcelos) e Joana (Christiane Torloni), entre outros. Joana, irmã de Lucas, desconhece a atividade política do irmão e considera-o um conformista. A mulher de Lucas, Neuza (Betty Faria), a princípio também desconhece o envolvimento político do marido, mas, quando vem a saber da verdade, permanece a seu lado. Aparentando prosperidade para disfarçar suas atividades clandestinas, Lucas mostra-se audacioso, investe em grandes negócios aproveitando-se do “milagre brasileiro” e passa a freqüentar gente rica e empresários comprometidos com a repressão, como Thomas (Jardel Filho), Valadares (Paulo Porto) e Romano (Vinícius Salvatori). Penetra no miolo do poder, desfruta de alguns de seus privilégios, tem uma relação passageira com Antônia (Nicole Puzzi), mulher rica e devoradora de homens. Ironicamente., é obrigado a contribuir com dinheiro para um “livro de ouro” de Thomas, destinado a financiar a repressão à guerrilha. A pessoa real (Lucas) e o codinome (Jonas) se fundem. Rico e prestigiado o personagem quase perde sua identidade sendo questionado pela mulher. A certa altura, o grupo comandado por Raul Seqüestra um embaixador suíço e exige do Governo a libertação de presos políticos. O Governo custa a se decidir, os seqüestradores vivem momentos de tensão e incerteza. Ainda assim, floresce o amor entre Joana e Lauro, dois dos guerrilheiros. O seqüestro alcança sua finalidade, mas os acontecimentos se precipitam tragicamente. O “Velho” é preso e morto; o grupo ligado ao seqüestro, desbaratado. Joana é colocada em situação extrema ao ser obrigada a identificar o homem que fornece dinheiro grosso à guerrilha, conhecido pelo codinome de Jonas. Ao descobrir que se trata de Lucas, seu próprio irmão, Joana recusa-se a entregá-lo e, em gesto heróico, salva-o de um cerco policial. Afinal descoberto e preso, Lucas fica sob os cuidados de Thomas e Romano. Mas, como há muito dinheiro e papéis comprometedores em questão, estabelecem-se negociações entre Lucas e os empresários e o Governo: ele poderá ser libertado em troca de um milhão de dólares e da devolução dos papéis. As negociações são efetuadas e “O Bom Burguês”, em liberdade, parte para o exterior em companhia da mulher.


Compartilhar
Produção Executiva: Paulo Thiago
Empresa(s) produtora(s): Encontro Produções Cinematográficas
1º Assistente de Direção: Nei Costa Santos
Montagem: Gilberto Santeiro
Assistente de montagem: Valéria Mauro
Mixagem: José Luiz Sasso
Fotografia: Antonio Penido
Roteiro: Doc Comparato
Oswaldo Caldeira
Som: Luiz Fernando Almeida
Edição de som: Antonio Cesar
Gilberto Santeiro
Ide Lacreta
José Tavares
Figurino: Paulo Chada
Maquiagem: Sonia Rubene
Direção de produção: Anna Massari
Assistente de Câmera: Antonio Carlos Seabra e Arrepiado
Luiz Eduardo Mihich
Assistente de Produção: Anna Massari
Eliseu Ewald
Nick Zarvos
Finalização: Gláucia Camargos
Eletricista: Risomar Galvão
Assistente de elétrica: Danilson Souza Costa
Delso da Conceição
Jorginho
Música: Paulo Moura
Motorista: Arão
Bravo
Valdeci
Wilson
Foto Still : Vera Bungarten
Argumento: Leopoldo Serran
Oswaldo Caldeira
Músicos: Alex
Gargalhada
Jorge Degas
Jovi
Paulo Moura
Ruy Quaresma
Sergipe
Tonho
2º Assistente de Direção: Sandra Werneck
Arranjo: Paulo Moura
Efeitos Especiais: Luiz Máximo de Carvalho
Sérgio Forjalla