Object reference not set to an instance of an object.

Resultados de busca
Estes são os 21 títulos encontrados com Fernando Duarte na ficha_tecnica.
Para ver resultados por outros critérios, refine sua busca usando a ferramenta à direita:
ficha_tecnica (21)
Vídeos que você pode assistir online: trechos de obras ou na íntegra
Trecho disponível
Cabra Marcado para Morrer | 1
Em 1962, Eduardo Coutinho começou a filmar a história do líder da liga camponesa, que fora assassinado. Em 1964, a filmagem é interrompida pelo golpe militar, mas, dezessete anos depois, o diretor retoma a história.
Próxima Exibição:
Quarta-feira, 5/05/2021 às 21:30 [daqui a 19 dias]
Trecho disponível
Luz & Sombra - Fotógrafos do Cinema Brasileiro - Episódio O Pé Quente de Nonato Estrela | 1
Ao lado de grandes nomes do cinema nacional, Nonato Estrela fez parte da equipe de renomados filmes brasileiros, como Di Cavalcanti. Os filmes de Estrela já levaram mais de 40 milhões de espectadores ao cinema.
Trecho disponível
Luz & Sombra - Fotógrafos do Cinema Brasileiro - Episódio O Rigor e a Criatividade de Rodolfo Sanchez | 1
Na conversa com Rodolfo Sanchez, relembramos os filmes e as parcerias fez com os diretores Tiro de Gracia, Ugo Giorgetti e Hector Babenco.
Trecho disponível
Presença de Villa-Lobos - Episódio Villa, profissão Músico
Os amigos falam da obra, estilo e características pessoais de Villa-Lobos enquanto as musicas que marcam sua trajetória são interpretadas por Hugo Pilger ao violoncelo e Lucia Barrenechea ao piano.
Próxima Exibição:
Segunda-feira, 3/05/2021 às 20:30 [daqui a 17 dias]
Trecho disponível
Presença de Villa-Lobos - Episódio A Juventude
A JUVENTUDE, primeira fase da vida musical de Villa-Lobos é investigada uma vez que sua atuação como músico profissional ensejou uma quantidade de influências de um classicismo ao qual, Villa-Lobos viria a contestar.
Próxima Exibição:
Segunda-feira, 10/05/2021 às 20:30 [daqui a 24 dias]
Trecho disponível
Presença de Villa-Lobos - Episódio A Consagração do Compositor
Influenciados pelo romantismo do século XIX compositores brasileiros ainda desfilam peças que dando o tom às pesquisas de Villa sobre a obra de Bach, mas A CONSOLIDAÇÃO DO COMPOSITOR viria definir boa parte de sua obra.
Próxima Exibição:
Segunda-feira, 17/05/2021 às 20:30 [daqui a 31 dias]
Trecho disponível
Presença de Villa-Lobos - Episódio As Bachianas
A presença de Bach na vida musical de Villa-Lobos se torna definitiva. A consagrada Bachiana N° 5 entre piano e cello e o prelúdio N°4 em piano solo dão o tom a uma das maiores obras musicais compostas por um brasileiro.
Próxima Exibição:
Segunda-feira, 24/05/2021 às 20:30 [daqui a 38 dias]
Trecho disponível
Presença de Villa-Lobos - Episódio Villa, Um Brasileiro
ocando o violoncelo de Villa-Lobos, Hugo Pilger apresenta as melodias da Bachina N°2 em contraponto ao vigoroso piano de Lucia Barrenechea. Os quatro movimentos desta Bachiana desenham na partitura o retrato do Brasil.
Próxima Exibição:
Segunda-feira, 31/05/2021 às 20:30 [daqui a 45 dias]
Trecho disponível
Presença de Villa-Lobos - Episódio A Maturidade
A MATURIDADE do compositor traz às composições de Villa-Lobos o reconhecimento internacional e à sua música um grau de sofisticação, modernidade e virtuosismo que mudariam a musica brasileira para sempre.
Próxima Exibição:
Segunda-feira, 7/06/2021 às 20:30 [daqui a 52 dias]
Trecho disponível
Soledade
Sinopse: Estado da Paraíba, 1983. O Canavial de um engenho arde, num gigantesco incêndio, ateado por mães criminosas, uma forma de protesto típica do nordeste brasileiro. Queimar um canavial é mais que matar o senhor de engenho. É destruir seu poder. Lúcio(Ney Sant´Anna) é um usineiro da época que recebeu o engenho das mãos do pai, coronel Dagoberto (Jofre Soares) e o industrializou. Agora ele trata de proteger seus domínios, auxiliado por seus cabras fiéis (Mestre Valentim/Emanuel Cavalcanti e João Troçulho/Roberto Bonfim) enquanto recebe sua mulher chegada de Recife (Maria da Graça/Rosa Maria Penna). Nessa hora, começa a recordar os 20 anos de apogeu e transformação do engenho Marzagão. E uma figura se impõe em toda história, como principal personagem: Soledade. 1930 – Uma família de retirantes o sertão pede pousada no Marzagão. Valentim, sua filha Soledade (Rejane Medeiros) e o filho de criação Pirunga (Nelson Xavier). Viúvo, o coronel Dagoberto os aceita, impressionado pela moça, que lhe recorda a esposa morta. Soledade passa a viver na Fazenda, trazendo a Lúcio o fogo da primeira paixão, entre a cobiça de todos no engenho. E por causa de Soledade tudo começa a mudar. Lúcio toma coragem e passa a enfrentar o pai. Numa festa João Troçulho duela com Pirunga. Valentim, tentando proteger a moça, narra as leis do sertão, onde quem desonra donzelas merece a morte, numa ameaça a quem quisesse seduzir Soledade. Aqui o filme mostra o cotidiano do engenho, magnetizado pela sensualidade de Soledade e abalado pelas lutas políticas que emocionam o País. Um tio que chega da capital (Carlos Kroeber) traz o retrato convulsionado do Brasil na época:a Aliança Liberal contra o governo de Washington Luiz, o ideal democrático contra o conservadorismo, a revolta da cidade de Princesa contra o governador da Paraíba, João Pessoa. Dagoberto e Lúcio distanciam-se cada vez mais: Lúcio não aceita as idéias ultrapassadas do pai e advinha suas intenções com Soledade. Enquanto Pirunga é testemunha muda dos acontecimentos. Tempos mais tarde Lúcio está estudando na capital, João Pessoa é assassinado, o povo revolta-se nas ruas, Valentim é preso pelos jagunços de Dagoberto depois de terrível tiroteio. Lúcio volta com duas intenções: voltar ao amor de Soledade e trazer a revolução para os canaviais. Seu primeiro ato de rebeldia é defender Valentim nos tribunais, contra o próprio pai, provocando a desagregação total do mundo fechado do Marzagão. Soledade provoca a todos, que por ela matam, odeiam e morrem. Amor, política, violência levam a aristocracia ao caos. Soledade desaparece nos sertões com Pirunga. Voltamos a 1938. O engenho agora já se transformou numa usina moderna. Lúcio recebe o delegado de polícia trazendo um prisioneiro (Sálvio Rolim), responsável pelo incêndio do começo do filme. Este faz revelações que completam todo o quadro da epopéia de uma época e de uma sociedade, seus ódios e suas paixões. Uma preparação para o final. Arrasador.