Plano de Aula

O MEU É TÃO BOM QUANTO O SEU

Imagine Uma Menina Com Cabelos De Brasil...
28/04/2011
Ensino Médio, Ensino Fundamental - Anos Iniciais, Ensino Fundamental - Anos Finais, Educação de Jovens e Adultos
Língua Portuguesa, Filosofia, Geografia
Joao Worcman



Encontramos posições contraditórias no comportamento humano em sociedade. De um lado os que acreditam que o que é do outro é que é bom, e de outro os que dizem que sua cultura e seus valores são os que valem. Como resolver este conflito entre os jovens em sala de aula? Como auxiliá-los a valorizar seu país, sua história, suas origens? "Imagine uma Menina com Cabelos de Brasil..." pode ajudar.

EF15LP10 - Escutar, com atenção, falas de professores e colegas, formulando perguntas pertinentes ao tema e solicitando esclarecimentos sempre que necessário.
EF15AR04 - Experimentar diferentes formas de expressão artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos, dobradura, escultura, modelagem, instalação, vídeo, fotografia etc.), fazendo uso sustentável de materiais, instrumentos, recursos e técnicas convencionais e não convencionais.
EF05GE02 - Identificar diferenças étnico-raciais e étnico-culturais e desigualdades sociais entre grupos em diferentes territórios.
EF01ER01 - Identificar e acolher as semelhanças e diferenças entre o eu, o outro e o nós.

brasil

Crie o seu próprio Teste!
Criar Teste


Valorizar características individuais e a auto-estima dos alunos
Conhecer a localização, a população, o clima e fatos relevantes sobre a cultura dos países em destaque no filme
Reconhecer que diferentes culturas possuem características boas e ruins, mas que devem ser respeitadas em suas diferenças
Cultivar o gosto pelas artes
Desenvolver a escrita e a oralidade.

Preparar os alunos para assistirem ao filme "Imagine uma Menina com Cabelos de Brasil..." com uma pequena conversa sobre a importância do que somos, dos nossos valores e do que possuímos: "A grama do vizinho é sempre mais verde". O que este ditado popular nos leva a pensar? Por que tendemos a acreditar que o do outro é melhor do que o nosso? Por que depreciamos comportamentos e atitudes que possuem, na maioria das vezes, poucas diferenças dos nossos? O filme que vamos assistir agora retrata de maneira divertida o nosso comportamento frente àqueles que não conseguem se "encaixar" nos padrões julgamos corretos. Vai nos ajudar a refletir sobre o que estamos conversando.
Após o filme, propor aos alunos que formem grupos. Cada um deles deverá escolher um dos países representados nos penteados das meninas e pesquisar na internet sua localização, população, tipo de clima e duas características boas e duas ruins.
Após a pesquisa os grupos deverão se preparar para apresentá-la para a turma de forma criativa. Podem-se montar chapéus no formato dos países, esquetes teatrais, músicas. Tudo dependerá dos interesses e gostos do grupo.
Para finalizar o trabalho, reunir a turma e promover um debate que contenha desde assuntos que tratem das diferenças entre os países, da tentativa de dominação de uma cultura sobre a outra, da influência e do poder da mídia sobre o consumo, até temas que façam parte da rotina dos alunos como a necessidade de aceitação e respeito das diferenças físicas, religiosas, gastronômicas, de vestuário, de gostos pelas artes, etc.

Avaliação:
Deverá ser feita durante todo o processo, através de observação da posição dos alunos durante os debates e da apresentação das pesquisas. Observar postura, oralidade, criatividade, comportamento diante das diversas diferenças e aceitação do individualismo e valores.

Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (1)