6 Episódios | Duração média dos eps. 52 min.

Um mergulho na efervescência cultural da Paris do início do século XX, trazendo a arte e a vida de nomes como Picasso, Dalí, Apollinaire, Man Ray, Hemingway, Matisse, entre outros que imortalizaram a produção artística da época.

Compartilhar
Trecho disponível
Boemia
Sinopse: No alegre início do século XX, em Montmartre, um grupo de artistas pobres que compreende Max Jacob, Picasso, Apollinaire, Derain e Vlaminck, entre outros, passa a residir numa antiga fábrica de pianos: Le Bateau-Lavoir. O estilo de vida boêmio que cultivam gira em torno de fazer o trabalho, encontrando musas, e alegrando-se. Enquanto isso, do outro lado do Sena, Matisse, conhecido por levar uma vida de austeridade, está ocupado a transformar a ordem estabelecida de cabeça para baixo no Salon d´Automne de 1905, exibindo obras que explodem em cores extravagantes. O Fauvismo nasce. Dentro das salas escuras do Bateau -Lavoir, Picasso prepara sua resposta. Prestando homenagem às suas respetivas visões da modernidade, os dois pintores erguem os seus pincéis para uma competição de telas.
Próxima Exibição:
Terça-feira, 18/09/2018 às 23:00 [daqui a 31 dias]
Trecho disponível
O Grupo de Picasso
Sinopse: Picasso responde a Matisse com Les Demoiselles d´ Avignon. A tela foi um enorme escândalo, mas a partir dai surgiu uma nova corrente estética: o cubismo. Pouco tempo depois, no entanto, o elo que liga os vários artistas começa a quebrar-se. Picasso, agora rico devido às inúmeras vendas, deixa o Bateau-Lavoir. Apollinaire vai para o coração do bairro de Saint- Germain. O poeta Max Jacob, o mais pobre de todos eles, é um dos únicos boémios que continua a viver na miséria de Montmartre. Quando a Primeira Guerra Mundial irrompe, estes amigos seguem caminhos diferentes para sempre. Braque, Derain e Vlaminck vão para a frente de batalha. Picasso fica em Paris. Apollinaire é ferido em combate em 1916.
Próxima Exibição:
Terça-feira, 25/09/2018 às 23:00 [daqui a 38 dias]
Trecho disponível
Paris, Capital do Mundo
Sinopse: Ao sair do hospital, Apollinaire descobre como é a vida em Paris durante a guerra. Em Montparnasse, artistas estrangeiros estão morrendo de fome. Soutine, o mais pobre entre os artistas russos, torna-se a amigo de Modigliani. Em 1917, Apollinaire encena a sua peça "Les Mamelles de Tirésias" usando o subtítulo "drama surrealista". Nasce assim a palavra surrealista, moeda comum nos círculos de arte de todo o mundo. Um ano mais tarde, Apollinaire sucumbe à gripe espanhola e Modigliani morre a 24 de janeiro de 1920. O seu funeral, com a participação de todos os artistas de Montparnasse, dita o fim da era boêmia.
Trecho disponível
Os Encantadores de Montparnasse
Sinopse: A guerra acabou e as ruas irrompem em celebração. Montparnasse oscila ao ritmo de jazz e do zumbido dos animados cafés. Paris é uma gigantesca festa móvel. Concebidas como reação contra o absurdo da guerra, as revoluções dadaístas e surrealistas estão em andamento. Ao leme estão "os três mosqueteiros" : Breton, Aragon e Soupault, apoiados por Man Ray, Desnos, Tzara e muitos outros. Em 1919, uma das principais obras do movimento surrealista é revelada: The Magnetic Fields.
Trecho disponível
Liberdade
Sinopse: O período entre guerras é propício a tumultos de entusiasmo e ilusão. O comunismo é uma alternativa tentadora e o desejo de revolução social, moral, artística e política paira no ar. Em 1936, a guerra explode em Espanha. Malraux e Hemingway acompanham a luta dos republicanos como jornalistas e fotografias de Capa e Gerda Taro são publicadas na imprensa internacional, com a missão de promover maior consciência sobre conflito. Em abril de 1937, o massacre de Guernica inspirou Picasso para criar uma tela monumental simbolizando a violência perpetrada pelos partidários de Franco e de um modo mais geral do fascismo. A república espanhola está perdida, e uma guerra termina quando outra começa.
Trecho disponível
Meia Noite em Paris
Sinopse: Irrompe a II Guerra Mundial e a França mobiliza os seus meios de guerra. Após o fiasco do mês de junho de 1940 e da ocupação da Alemanha nazista, a Europa está em farrapos e os artistas e intelectuais fogem em massa. Quando a guerra termina, Paris desperta para uma obra surpreendente que se criou a partir dos horrores da guerra: o filme "Filhos do Paraíso ", uma homenagem à liberdade escrito por Jacques Prevert e magistralmente dirigido por Marcel Carné.