Filmes, programas e séries

Esses são todos os destaques já publicados. Para refinar sua busca use os campos acima.
18/02/2019
Clara Estrela
"Clara Estrela" narra, por meio de entrevistas em diversos programas de TV e rádio, a trajetória de Clara Nunes, cantora que conquistou o Brasil e vários países do mundo. Ouvimos também as entrevistas de mídia impressa por meio da narração da atriz Dira Paes. Os depoimentos são entrecortados por imagens oníricas que traduzem o universo místico de Clara. Mesmo passados mais de trinta anos de sua morte, a cantora permanece em lugar de destaque na história da música popular brasileira.
Em 1976, um grande show de rock, chamado "Som, Sol & Surf", aconteceu na praia de da Itaúna, em Saquarema e havia também um campeonato de surf. Durante três dias, uma multidão de jovens, muitos acampados na praia, curtiu a música de Rita Lee Ângela Rô -Rô (sua primeira apresentação), Raul Seixas entre outros. Um dos primeiros festivais de música ao ar livre no Brasil.
18/02/2019
Piripkura
Dois indígenas nômades, do povo Piripkura, sobrevivem cercados por fazendas e madeireiros numa área ainda protegida no meio da floresta amazônica. Jair Candor, servidor da FUNAI, acompanha os dois índios desde 1989. Ele realiza expedições periódicas, muitas delas acompanhado por Rita, a terceira sobrevivente Piripkura, para monitorar vestígios que comprovem a presença deles na floresta e para impedir a invasão da área. Packyî e Tamandua vivem com um facão, um machado cego e uma tocha.  Piripkura aborda as consequências de uma tragédia e revela a força, resiliência e autonomia daqueles que foram expostos a todo tipo de ameaças e têm resistido ao contato.
23/01/2019
Inhotim Arte Presente
A série investiga a multiplicidade de linguagens artísticas contemporâneas a partir do Inhotim, ambicioso projeto que reúne instituição de arte e jardim botânico no interior de Minas Gerais.
“Simonal – Ninguém sabe o duro que dei” traça a trajetória impressionante do ex-cabo de exército, que reinou soberano e acabou condenado ao ostracismo por um delito do qual jurava ser inocente. Por meio de depoimentos de amigos, inimigos e, principalmente, de imagens das exuberantes performances do grande artista, o filme mostra respostas que nunca apareceram. Simonal era informante da ditadura? Era favorável aos militantes? Ou seu maior crime foi ser negro, milionário e símbolo sexual num país e numa época racistas?